7 dicas para uma entrega mais saudável

Faça uma pausa para cozinhar enquanto se distancia

Se a sua comunidade está passando por uma paralisação do coronavírus, você pode descobrir que de repente está alimentando o seu povo muito mais vezes por dia do que esperava. E seus desafios na hora das refeições são agravados por prateleiras vazias de mercearias e falta de tempo. (Quem tem tempo para fazer o jantar trabalhando em casa, supervisionando o ensino a distância e terminando brigas?)

Seu restaurante local pode salvar o dia. Mesmo que muitos restaurantes estejam fechados para jantares, eles ainda podem oferecer refeições para viagem. Agora é o momento perfeito para investir em comida para viagem para salvar sua sanidade e manter as pequenas empresas à tona.

Melhores opções de comida para viagem para tornar a hora das refeições mais fácil

Para levar para fora, não é preciso dizer que não seja saudável, diz a nutricionista Anna Kippen, MS, RDN, LD. “Mesmo os alimentos que você normalmente considera ‘fora dos limites’ podem ser ajustados para aumentar seu valor nutricional.” Considere essas ideias ao pedir comida para viagem.

1) Vá para grãos inteiros

Para cozinha asiática ou mexicana:

Pergunte se você pode ser de arroz integral em vez de branco.

Veja se pratos pesados ​​com macarrão podem ser feitos com arroz integral. O arroz integral é um grão com alto teor de fibra, enquanto o macarrão é feito com farinha branca processada. Alguns restaurantes estão começando a oferecer macarrão shirataki em vez de macarrão de arroz branco, diz Kippen. Estes são muito baixos em calorias, por isso está tudo bem se você abusar um pouco.

Se você deseja italiano:

Pergunte se eles podem substituir o macarrão normal pelo macarrão de trigo integral ou zoodles (macarrão de abobrinha).

Opte por massa de pizza de trigo integral. Se essa não for uma opção, escolha pizza de massa fina – mesmo que seja feita de farinha refinada, uma massa mais fina irá aliviar a carga calórica.

2) Escolha sua proteína com sabedoria

Independentemente do restaurante, tente diminuir a ingestão de calorias escolhendo:

Frango ou frutos do mar em vez de boi, cordeiro ou porco.

Legumes (feijão) em vez de frango. Eles são ricos em fibras, fartos e saudáveis.

Uma opção vegetariana, como um hambúrguer vegetariano, que também pode ajudá-lo a atingir sua meta de 25 gramas de fibra diária.

3) Priorize vegetais

Para levar não significa que você tem que economizar vegetais. Tentar:

Vegetais duplos em seu prato, em vez de opções com amido que não são saudáveis.

Algumas cenouras infantis como aperitivo, para evitar que coma demais.

Um lado de brócolis em vez de batatas fritas.

Massa de pizza de couve-flor em vez da massa normal (é uma opção em muitos lugares, pois não tem glúten).

Alface e tomate duplo no seu hambúrguer.

Uma salada e uma sopa de legumes à base de caldo.

Um lado da salsa para usar no lugar do ketchup ou outro condimento com alto teor de sódio.

Um saco de vegetais simples cozidos no vapor adicionado a um prato cheio de amido para aumentar a nutrição e aumentar sua saciedade. “A maioria dos pratos vem com tanto molho que você pode facilmente misturá-lo”, diz Kippen.

4) Evite os laticínios

Os laticínios têm valor nutricional, mas uma refeição para viagem carregada com produtos lácteos pode fazer mais mal do que bem. Para obter as delícias com menos calorias, peça ao restaurante para preparar o prato:

Com metade do queijo ou um queijo com baixo teor de gordura, como americano ou provolone. (Ou – melhor ainda – peça o queijo ao lado.)

Usando abacate em vez de laticínios – o abacate tem uma ótima textura cremosa.

Sem condimentos como creme de leite (ou peça ao lado).

Com vinagrete em vez de molho de rancho. Mas certifique-se de que é um balsâmico. “Alguns vinagretes podem ser piores do que um rancho se forem muito ricos em açúcar e gordura”, diz Kippen.

5) Esqueça qualquer coisa frita

Assado, cozido no vapor, assado ou grelhado são formas mais saudáveis ​​de preparar alimentos. Tente esse:

Rolinho de verão cozido no vapor em vez de um rolinho primavera frito.

Grelhado, não frito, parmesão de frango.

Bolinhos de legumes cozidos no vapor em vez de wontons fritos.

Taco de casca mole em vez de taco de casca dura frito (ou ainda melhor – uma salada de taco com alface).

Batata assada em vez de batatas fritas.

6) Poupe nos molhos

Muitos pratos estão cobertos de molho, então peça:

Menos molho.

Molho ao lado.

Um molho à base de vegetais (como marinara) em vez de um molho à base de creme (economizando centenas de calorias e vários gramas de gordura saturada).

7) Comer feijão

Os feijões são ricos em fibras – eles ajudam você a se sentir satisfeito e até mesmo têm benefícios para o coração, como reduzir o colesterol. Algumas maneiras fáceis de obter mais feijão? Tente:

Opte por um burrito de feijão em vez de uma enchilada.

Escolha feijões refritos vegetarianos para economizar gordura (embora feijões inteiros sejam melhores do que feijões refritos).

Peça sopas carregadas de leguminosas como minestrone, sopa de lentilha ou pimenta vegetariana. Mas não se esqueça de levar em consideração essas sopas saudáveis ​​ao pensar no resto da sua refeição. “Uma tigela de chili pode ser uma entrada maravilhosa, mas nem sempre é a melhor opção como aperitivo antes de uma refeição inteira se estiver carregada com queijo e creme de leite”, diz Kippen.

Fonte: https://cle.clinic/takeout